quinta-feira, 22 de maio de 2008

Qual o melhor meio para se comunicar com a família?

Quem mora longe sabe muito bem: a saudade aperta. Para conseguir diminuir esse problema, nada melhor que conversar com os familiares, trocar umas idéias com a namorada e com os amigos. Mas, como fazer isso e gastar pouco dinheiro? Quando isso é possível?

Uma das maneiras é utilizar as salas 2000 que ao todo são três. Elas são como uma lan-house dentro da Escola, que serve para realizar os trabalhos, acessar o site interno, usar programas para estudos e, também, o MSN, orkut e a internet como um todo.

Os pontos positivos são o preço, que não existe por ser de graça e por ser dentro da Prep, o que pode ser utilizada todos os dias nos horários livres (após as aulas) até às 23h, quando a internet é retirada do ar.

Mas, há contras: o sistema operacional é o Linux (Unbuntu). Não que ele seja ruim, mas cada aluno tem seu código de acesso e um espaço virtual para utilizar. É proibido instalar programas para conversas instantâneas, então, deve-se usar os programas da internet, entre eles tem o E-buddy, Web Messenger e outros. O chato é não poder utilizar a webcam, conversas por voz e mais uma firulas. Outro incômodo é a sala estar lotada, o que é bastante comum.

Também existe o orelhão. Em toda as Cia. têm alguns para os alunos utilizarem, alguns até possuem uma cabine de madeira em volta que isola, um pouco, os barulhos e dá uma melhorada. Também, existem na STFM (Seção de Treinamento Físico Militar) e próximo à cantina. Mas, o crédito vai muito rápido. A pessoa fala quase nada e já acaba o dinheiro.

Não é bizu comprar os cartões telefônicos em loja próximas à Escola e muito menos lá dentro, pois costumam ser mais caros. Nas lojas da Telefônica (existem uma perto da rodoviária, na Rua 13 de Maio) e os cartões são uns 40% mais barato o que dá uma baita ajuda.

Outro jeito é usar as lan house. Têm duas perto da Prep, uma logo na frente da Capela e outra mais acima, perto do Castelo (calma, você saberá onde é esse negócio). No começo do ano elas ficavam lotadas e, ainda, ficam muito!! O preço é, mais ou menos, de R$4 a hora. É bom, pois fica muito mais barato falar uma hora pelo computador do que pelo orelhão. O ruim mesmo é quando tem que esperar umas 2 horas para pegar algum PC livre.

Para quem já possui notebook tem maneiras mais fáceis. A Tim, Vivo e outras empresas vendem internet móvel. Na Vivo e Claro custam R$100 por mês e sem limite de download. É bom pra caramba, pois pode-se utilizar em todos os lugares da escola. Lógico que a velocidade não é lá essas coisas, mas dá pra usar fácil. Meus amigos fazem download a 30kbps, algo razoável.

Outro método pra quem não tem notebook ou, então, fala muito com os parentes é o Nextel. Ele é um rádio/celular e tem vários planos. Não precisa ter o aparelho, pois a empresa aluga (e ainda tem seguro). Cada linha do plano que não paga o rádio sai por R$82. De rádio para rádio ele é de graça e as outras ligações são pagas normalmente, mas com tarifas mais baratas que das concorrentes.

O incômodo é ter de possuir duas linhas, por exemplo, o aluno e a namorada e, cada um, pagar R$82. Mas, o negócio é cômodo pra caceta! Dois cangas meus usam esse sistema e ficam conversando horas por dia e só pagam R$82, pois suas namorada também possuem o aparelho.

Bem, é isso aí.
Se eu lembrar outros, eu aviso.

Postei isso, pois eu morria de medo de como falar com meus parentes e matar a saudade e garanto que muitos também possuem essa dúvida.

2 comentários:

Maninho disse...

o pior é quem mora em brasília como eu... quando eu etrar ai vai ficar muito dificil de ver a familia!

Unknown disse...

2016 esta mais fácil a comunicação kkkkkkkkk 30kbps?? Kkkkkkk