sábado, 12 de abril de 2008

Começo do bivaque!!

De acordo com o Calendário Geral de 2008, dos dias 27 a 29 de abril aconteceria o tiro de FAL (Fuzil Automático Leve), mas, como o atual comandante da Prep é operacional (FE, Comandos...) decidiram fazer um bivaque para ambientar os alunos nesse mundo, que pra muitos é novo.
Bivaque: Acampamento temporário ao ar livre. / Lugar de acampamento.
Para começar, o bivaque não se inicia na hora de saída dos grupamentos, mas muito antes. Há a necessidade de se bizurar (bizu = dica, macete) tudo para facilitar nas horas difíceis. A mochila será pesada (cerca de 20kg) e vários materiais devem ser impermeabilizados com sacos plásticos grossos, pois se molharem podem estragar ou pesarem muito. A manta verde oliva é uma delas, já é pesada seca, molhada nem se fala... Também, é necessário fazer Kits para tudo: Sobrevivência, Manutenção de Fuzil, Costura, Higiene, Primeiros Socorros, Manutenção de Coturno. Então, percebe-se o peso total dentro da mochila... Só no Kit de Primeiros Socorros, há desde álcool iodado até pinça. No higiene vai aparelho de barbear, papel higiênico... Tá.. mas voltando ao assunto... Cada cia. teve uma preparação anterior para manusear o fuzil corretamente. A desmontagem em primeiro escalão foi ensinada há mais de um mês e ocorreu até prova para obrigar os alunos a estudarem. Tem de saber todos os nomes das peças e não são poucas. Para desmontagem e montagem há tempos estabelecidos, cerca de 1 minuto para cada tarefa. Depois de aprendido a manutenir o equipamento, equipar as mochilas, bizurar a farda e tudo mais as companinhas (são três ao todo) foram divididas para, em determinados dias, seguirem para a área do 28º BIL (Batalhão de Infataria Leve). São cerca de 8 km de distância, sendo a ida de caminhão e a volta a pé, em marcha. A ida deveria ser feita de manhã bem cedo e, por isso, a alvorada (hora que todos devem estar acordados e fora da cama) da 2ª Cia. foi às 4:30, da 1ª Cia. e 3ª Cia. às 5. Para embarque nos caminhões, eram dados tempos para os pelotões (são 5 por Cia.) e, caso não conseguissem cumprir isso, pagavam de algum modo - na maioria das vezes era no famoso "Sentado 1 -2!! De pé 1-2!!", mas de mochila, FAL, Cinto NA, Cantil e a tralha toda. Por caminhão, iam os pelotões de 35 alunos, em média, mais apertado impossível!! Com aquela lona cobrindo o veículo fica ainda mais quente e parece ser apertadíssimo!! Mas, com a união fica mais fácil. Vale lembrar que, nos dois dias anteriores ao embarque já há uma ambientação da mochila. Havia instrução de tiro e os deslocamentos de cada instrução eram feitos equipados. A segundo cia. se ferrava mais, pois deviam ficar saltitando iguais a loucos nos deslocamentos e, não raro, uma voltinha na EsPCEx correndo. Após cerca de 15 minutos, os pelotões chegavam ao local determinado, mas isso eu deixo pra depois...

5 comentários:

Johnny disse...

Fala ae cara, vou prestar pra EsPCEx esse ano e queria saber. Vc tá na EsPCEx ou já foi pra AMAN ? Todo esse treino é aonde ? Muito loko mesmo, cada vez mais tenho certeza de que é isso que quero !
Um abraço e parabéns por ter conseguido !

Anônimo disse...

sohhh!
continua postando,guerreiro!

Candidato disse...

Fala Johnny,

Estou na EsPCEx. Todo o treinamento é feito dentro de outro quartel de Campinas, que fica ao lado da Escola. É uma fazenda (Chapadão) muito grande e com bastantes áreas para treinamentos.

O tiro de Fuzil (FAL) também é realizado nesse local, no estande de tiros.

Renan disse...

Velho, continua postando ai, muito interessante tudo, e todo dia eu olho o seu blog pra ver se tem algo novo!!!
Parabéns!

victor disse...

Muito bom,muito bom mesmo.

Continue a postar sobre a vida aí!

Belo blog,tá de parabéns!